sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Como evitar lacerações no parto!

Muitas pessoas ainda acham que o parto natural inclui pontos na região da vagina, e isso não é verdade. Partos naturais podem (e devem) não ter pontos, primeiro porquê não deve ter episiotomia, segundo que quanto mais o obstetra ou parteira cuidar da região com massagens e compressas aquecidas, menor o risco de lacerar. Mas claro, que é fundamental que a parturiente também participe disto.

O que ajuda a evitar?

Preparar o períneo na gestação através de massagens perineais ( existe link no blog com passo-a-passo), o exercício de Kegel (também tem no blog), manter a calma na hora do expulsivo (deixando que o bebê coroe lentamente), e escolher uma posição mais vertical é muito importante.


O que aumenta os riscos?
Analgesia quase na fase do expulsivo (8cms ou mais) pois a parturiente não vai sentir tão bem os puxos, fazendo força dirigida, parto deitada, médico sem experiência (paciência) com partos naturais influencia muito também.


E se lacerar?
Se mesmo com tudo isso houver uma laceração, acredite, será muito menor do que uma episiotomia, e nem sempre reque sutura (pontos).

Então, se você é uma das que acha que de parto natural o parto não tem nada, saiba que é possível manter uma períneo íntegro. E na cesárea? é possível fazer sem cortar? O que é mais natural?

Cris Doula!

Nenhum comentário:

Postar um comentário