domingo, 16 de outubro de 2011

Meu bebê é adotado. Posso amamentar?



Parabéns por essa adoção! Sim, a mãe adotiva pode amamentar! Nesses anos de trabalho do grupo Amigas do Peito, acompanhamos vários casos bem-sucedidos. É uma decisão que cabe à mãe e à família, mas as Amigas do Peito podem dar todo o apoio.
Uma mulher pode produzir leite mesmo sem engravidar?
Sim. Aprendemos com as Amigas do Peito que é possível! Fazer massagens no peito, colocar compressas mornas e utilizar a técnica de relactação ajuda muito. No entanto, o maior estímulo para a produção do leite vem da sucção da boca do bebê. Por isso, mães que passaram por essa experiência ofereciam o peito muitas vezes por dia, de oito ou mais.
Será que eu consigo?
Como em qualquer situação de amamentação, a conquista está relacionada ao desejo de amamentar e também à persistência e ao apoio. Tudo isso depende da mãe e das pessoas que estão mais próximas dela: familiares, companheiros, amigos e outras mães que já passaram pela experiência (como as que freqüentam os grupos das Amigas do Peito). Trocar idéias com todos os envolvidos ajuda bastante. A tranqüilidade e o estado emocional também influenciam.
Como fazer a relactação?
As técnicas de relactação ou de lactação adotiva podem ser utilizadas e adaptadas a cada caso.
A forma mais freqüente de lactação é o uso de sonda nasogástrica nº 4 ou 6 com a extremidade cortada e arredondada (abaulada pelo fogo) para não machucar a boca do bebê. A ponta da sonda fica junto ao bico o peito (pode ser presa com uma fita crepe) e a outra ponta da sonda é mergulhada no leite. O leite pode estar em uma seringa, copinho ou qualquer vasilha limpa.
Qual leite oferecer ao bebê? 
O leite humano é o melhor alimento para os bebês. Se possível, oferecer leite humano ordenhado. Se não, pode-se oferecer leite de algum outro animal adaptado, como os das fórmulas para recém-nascidos.
Quando a mãe começa a produzir seu próprio leite?
Ao mesmo tempo que mama o peito, o bebê vai recebendo o alimento e estimulando a produção da mãe. Com o passar dos dias, a mãe começa a produzir seu próprio leite, em quantidades cada vez maiores. Assim, pode-se reduzir a quantidade administrada pela sonda.
Meu leite será suficiente?
Famílias, mães e crianças são únicas. Algumas mães conseguem abandonar o uso da sonda rapidamente. Outras passam toda a amamentação do filho adotivo utilizando a técnica. Em amamentação, não existem soluções certas ou erradas.
Cada pessoa deve encontrar seu caminho. Pela nossa experiência, observamos que uma das coisas mais importantes em todo esse processo é receber apoio e solidariedade – e é isso que as Amigas do Peito procuram oferecer em todas as suas atividades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário