domingo, 25 de setembro de 2011

Quando e como devo fazer força no parto??


Toda sexta-feira eu assisto os programas de Partos e bebês que passam no canal Discovery Home and Health, apesar de não achar aqueles partos os mais lindos, eu gosto de ver as diferentes realidades.
E um dos erros mais comuns nesses programas, são de que a mulher deve ser induzida a fazer força quando atinge a dilatação total ( 10 cms), mesmo sem que elas sintam a vontade de empurrar, e elas não podem escolher a posição, é sempre deitada, com o queixo do peito e segurando as pernas.

Hoje eu tive e inspiração de falar sobre isso, e odeio pegar coisa pronta na internet, só uso posts alheios quando gosto muito, fora isso prefiro escrever. Então lá vai a minha opinião de quando e como a parturiente deve fazer força.

Nesse 1 ano e meio como Doula e cerca de 40 partos eu já vi situações bem diferentes, já vi bebês coroando sem que a mulher sinta, já vi mulheres com 5 cms de dilatação e muita vontade de empurrar, já aparei bebê que decidiu vir em uma força apenas e sempre que elas me perguntam quando devem fazer força eu respondo: QUANDO VOCÊ QUISER!



Mesmo após dilatação total eu não gosto que a parturiente seja orientada a empurrar, ela pode se cansar e ainda pensar que tem algo errado pelo fato o bebê não nascer com todas aquelas forças, sem falar de que os casos de bradicardia fetal ( batimento do bebê cai) podem surgir por causa da força induzida. Não basta apenas dilatar totalmente, é preciso esperar a descida do bebê e o giro da cabeça. Quando o bebê estiver baixo o suficiente, o corpo vai empurrar, inclusive quando a mulher não quer ( né Elaine que quase pariu a Leda no carro rsrsrs).

E como fazer força? Ouça seu corpo, preste atenção, o seu instinto vai lhe mostrar a melhor posição e maneira de empurrar. Sim, nem todas as mulheres conseguem se entregar e entender o que o corpo quer, então podem surgir orientações da equipe que está atendendo o parto, mas lembre-se de que se você não gostar, não deve fazê-lo.

Mas e como ajudar o bebê a descer? Quando uma doulanda minha atinge dilatação total mas o bebê ainda está alto eu recomendo que ela caminhe, use a bola suíça, faça agachamentos com o companheiro, rebole e visualize a descida e chegada do novo ser. Mas sempre deixo claro de que são apenas sugestões, se ela quiser ficar deitada e não tentar nada disso, ela fará o que preferir.



Leia, informe-se, prepara-se e deixe o seu corpo fazer o trabalho todo!
Parto é fisiológico e não intelectual!

Uma boa hora!

Cris De Melo

Téc. Enfermagem
& Doula!

4 comentários:

  1. Muito Bom!!! Este post falou e disse...
    Assisti semana passada e fiquei boba com os procedimentos que eles seguem sem que sejam pedidos sem pressão...A única que quis ter parto natural foi ridicularizada pelas enfermeiras "in off" por que estava vocalizando lindamente...Analgesia e força dirigida é "padrão"...triste...se me permitir eu quero partilhar este post, mesmo pq com as duas crias, mil coisas pra fazer e uma internet meia boca...fica difícil postar sempre...^^...Beijos Cris

    ResponderExcluir
  2. Adorei!!Sempre leio essas informacoes do blog e estao me ajudando muito!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Julia, pode compartilhar sim. Eu vi esse episodio que voce, fiquei morrendo raiva!!! Não foi o que a parturiente tinha doula?
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa Cris, lendo o q vc escreveu lembrei do meu parto e me perguntei se eu senti vontade de fazer força. E minha resposta é, acho q não senti!!!

    ResponderExcluir