terça-feira, 2 de agosto de 2011

Como prevenir a síndrome da morte súbita infantil??

Esse era um dos meus maiores pânicos quando a Sofia nasceu, por já ter ouvido falar da doença e como a causa dela ainda é desconhecida, qualquer barulho que ela fizesse ( ou a falta deles) me deixava de pé no berço!
Mas afinal, o que fazer para diminuir as chances dessa tragédia?


No site American SIDS institute eles falam sobre como ajudar a prevenir, na gestação e após o parto. Aqui vai traduzido:

Na Gestação:
1.
 Obter cuidados médicos no início da gravidez, de preferência nos primeiros três meses, seguido de exames regulares no consultório médico ou clínica de saúde. Fazer todos os esforços para assegurar uma boa nutrição. Estas medidas podem reduzir o risco de parto prematuro, um fator de risco para SIDS.

2. O uso de álcool, tabaco, cocaína, heroína  durante a gravidez aumenta o risco do bebê para a SMSI.

3. Não engravidar durante a adolescênciaSe você é um adolescente e já tem um bebê,tomar muito cuidado para não engravidar novamente. A taxa de SIDS diminui para os bebês nascidos de mães mais velhas. É o mais alto para bebês nascidos de mães adolescentes. Os bebês mais uma mãe adolescente tem, maior o risco que eles são.

4. Esperar pelo menos um ano entre o nascimento de uma criança e a próxima gestação. Quanto menor o intervalo entre as gestações, maior a taxa de SIDS.

Após o Parto:

1. Coloque o bebê para dormir de costas ( barriga para cima), mesmo que durmam profundamente de barriga para baixo. Bebês que dormem de barriga para baixo ou de lado tem o risco aumentado para a SMSI.


2. Coloque o bebê para dormir em um berço com colchão firme. Não deve ter nada no berço além do bebê - sem cobertas, sem travesseiros, brinquedos ou protetores de berços. Travesseiros fofos e cobertas pesadas estão associadas com o risco de SMSI.

3. Mantenha o berço do bebê no quarto dos paus até pelo menos o 6º mês de vida. Estudos mostram claramente que os bebês estão mais seguros quando suas camas estão perto da de suas mães.

4. Não coloque o bebê para dormir na cama de um adulto. Cama típica de adultos não são seguras para bebês. Não durma com o seu bebê em um colchão ou cadeira.

5. Não coloque muita roupa enquanto ele dorme. Apenas o suficiente para mantê-lo aquecido sem usar uma coberta. Mantenha a temperatura do quarto que é confortável para você. Super aquecer um bebê aumenta os riscos de SMSI.

6. Evita expor o bebê a fumaça de cigarro. Não deixe o bebê em uma casa ou carro com alguém fumando. Quanto maior a exposição ao cigarro, maior o risco de SMSI. 

7. Amamente seu bebê sempre que possível. O leite materno diminui a ocorrência de infecções respiratórias e gastrointestinais. Estudos mostram que bebês amamentados ao seio materno tem o risco diminuido para SMSI do que os bebês amamentados por leite artificial. 

8. Evite expor o bebê a pessoas com problemas respiratórios. Evite multidões. Limpe com cuidado tudo que o bebê tem contato. Faça com que as pessoas lavem as mãos antes de segurar ou brincar com o bebê. SMSI muitas vezes ocorre em associação com doenças respiratórias e doenças gastrointestinais ( como diarréia e vômito.) 

9. Ofereça ao seu bebê uma chupeta. Alguns estudos mostram que o índice de SMSI é mnor em bebês que usam chupeta 

10. Se o seu bebê tem episódios onde fica sem respirar, ficando mole ou azul informe o seu pediatra imediatamente. 

11. Se o seu bebê parar de respirar ou engasgar em excesso, avise seu pediatra imediatamente. 

12. Cuidadosamente explica todos os pontos acima com os cuidadores do bebê. Se você o leva para uma creche ou deixa com uma babá, faça uma cópia dessa lista a eles. E faça com que eles sigam essas recomendações.


13- A síndrome é mais frequente em bebês do sexo masculino, no inverno e outono, provavelmente pelo excesso de roupas.

Como vocês puderam notar a lista de recomendações é grande e muitas vezes contraditórias, como o uso da chupeta que diminui o risco da morte súbita mas também pode atrapalhar a amamentação. Também mostra que na verdade os protetores de berço não protegem em NADA, além de caros são inúteis e aumentam o risco da síndrome acontecer. Por quê? Porque os protetores prejudicam a circulação de ar dentro do berço!!! Então, quem não conseguir se adaptar totalmente a lista, tentem pelo menos modificar o máximo que puderem o que fazem e é contra-indicado.

Pais que são a favor da CAMA compartilhada, não criei o texto ok? Apenas traduzi!

Fonte:   http://www.sids.org/nprevent.htm


Cris De Melo
Téc. Enfermagem, Mãe
& Doula!

3 comentários:

  1. vc axa q na hora de dormir devo tirar o kit berço??

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela postagem, Cris!Vai valer apena seguir cada passo!Tbm nao sou a favor da cama compartilhada e ja tinha essa opiniao antes mesmo de ter lido essa postagem.Grande bjo!!

    ResponderExcluir
  3. Sim, o ideal é quue não tenha o protetor de berço!!!!

    ResponderExcluir