quarta-feira, 20 de julho de 2011

O Parto pode ser maravilhoso!!


É muito comum quando você fala que trabalha com partos naturais, quando você fala que vai fazer um parto natural e não uma cesárea, que alguém fale que você é louca. Além de te chamarem de alguma coisa negativa, ainda dizem que o parto normal não tem nada de normal.

Esses dias na cantina de uma maternidade particular ( eu como sou uma pessoa nada tímida kkkk) fiquei conversando com alguns profissionais da maternidade, uso uma camiseta com o meu logo de Doula e as pessoas sempre perguntam o que significa. Neste dia uma das profissionais disse ter feito um parto anormal, e ainda brincou: '' A Cris vai brigar comigo!". E eu disse que não, porque eu também já vi parto anormal!
Seria hipocrisia dizer que todo parto é lindo, porque nós sabemos que muitas mulheres sofrem e muito, sem necessidade alguma. Profissionais sem um pingo de bom senso, de carinho, tratam as parturientes como '' só mais uma'', e erram tanto no atendimento a essas parturientes que acabam em tragédias.

Esse é um dos motivos que leva as gestantes a marcarem cesárea, a pagar, pegar empréstimoooos para fazer uma cesárea particular. O medo de sofrer, o medo de algo dar errado, sabendo que poderia muitas vezes ter sido evitado. Gente, a vida é feita de riscos, tudo na vida oferece riscos, e existem infelizmente fatalidades, mas muitas tragédias em partos poderiam ter sido evitadas.

Mas é importante saber que o parto PODE E DEVE ser um momento maravilhoso, transformador, incrível e inesquecível!!!! Para isso é muito importante que a gestante se informe durante a gravidez, informe-se qual a melhor maternidade/hospital para parir ( eu aconselho o parto em casa, com certeza o atendimento será bemmmmm diferente.) Tenham um médico a favor do parto natural, e não um médico que diz '' Ah querida, no final da gestação a gente decide!!" NÃOOOO Sr. Doutor o certo é você dizer " Não se preocupe, você tem tudo para ter um parto natural."

 Livrem-se de obstetras da adolescência, já cansei de ver mulheres caindo em cesáreas sem necessidade, mal indicadas porque não queriam trocar de médico. Esse momento é de vocês, tenham tempo para fazer essas decisões, procurem uma Doula experiente na sua cidade, pesquise sobre ela, veja as referências, façam as escolhas CERTAS!

Não, nada disso vai garantir um parto maravilhoso, na vida nada é garantido, e Obstetrícia é uma caixinha de surpresas! Mas TUDO ISSO diminui e muitoo as chances de terem uma experiência traumática!
Prepare-se para o parto, estar informada de como o processo do parto funciona evita com que a gestante vá muito cedo para maternidade e sofra várias intervenções desnecessárias, estar preparada, ter alguém preparado ao seu lado faz com que o trabalho de parto seja mais rápido e fácil.

Esse post é para conscientizar as mulheres que o problema não é o parto normal, e sim o péssimo atendimento que a grande maioria das mulheres recebem no Brasil. Se o atendimento ao parto melhorasse em nosso país, com certeza as taxas de cesáreas diminuiriam, inclusive no SUS onde várias mulheres hoje já conseguem agendar a cirurgia!



Leia, informe-se, invista, prepare-se e tenham todas um parto maravilhoso!

Na foto: Regiane, Mãe do Lucas ( parto hospitalar traumático) e Mãe da Nicole ( parto hospitalar mágico).

Relato do parto dela: http://crisdoula.blogspot.com/2011/04/relato-do-parto-da-regiane-por-ela.html

Texto escrito por Cris De Melo, 
Doula!

6 comentários:

  1. Cris, eu vou abrir meu coração como NUNCA abri pra ninguém... e pode postar sim o comentário, ok?

    Ano passado, UM DIA APÓS eu e meu marido darmos entrada no no nosso casamento civil, descobrirmos estarmos GRÁVIDOS.

    Meu Pi tem 80 ano e é louco pra ter um neto... e eu, sinceramente, desde que me entendo por gente quero ser MÃE.

    Meu marido é mais comedido, para ele o bebê deve vir com condições $$ muito boas, coisas que tem meses que estamos hiper bens e em outros não porque meu marido é que mantem a familia dele, pai, mae e dois irmaos menores. mas então... fizemos lindos planos, calculamos até a estação que o bebê iria nascer e na PRIMEIRA TENTATIVA (nós usamos camisinha em todas as relações, menos nessa do bebê) e GOL. Ficamos grávidos. Mundo de felicidades, três meses felizes até um corrimento chato aparecer, depois a borra e um dia eu simplesmente acordei SEM SINTOMAS DE GRAVIDEZ. Entendi o que tinha acontecido...

    Marido viajando, calada para nao deixar meu Pai nervoso fui a minha médica e ela passou uma US de emergencia que foi constada morte fetal, alem de decolamento de placenta e tudo mais...

    Como eu estava usando UTROGESTAN tudo ficou retido. Eu insisti em tentar fazer o bebê sair da forma natural, mas chegamos ao limite máximo e induzimos. Rodadas e rodadas de pitocin e NADA do bebê além de colicas levez. Minha médica as 2hrs da manhã disse que eu o limite, que poderia causar infecção e que aquilo poderia ter acontecido, a falta de dilatação, devido aos proprios medicamentos para segurar a gravidez. Foi feita a curetagem...

    Eu? Eu fiquei aos PEDAÇOS.

    Consolei marido, consolei meu Pai, consolei meus amigos, mas nao CUIDEI DE MIM, entende? E por mim minha cabeça virou uma bomba prestes a explodir. Então, passados 6 meses da perda do bebe meu Pai me intimou a casar no religioso - eu nao queria de forma alguma - mas no fim FOI MARAVILHOSO, eu ocupei minha mente, fiz os convites, as lembrancinhas do casamento e enfim, fui tento uma mente mais saudável.

    Tem três semanas que nos casamos... O casamento foi lindo. Na lua de mel, apesar de fértil eu nao quis tentar. Mas agora na proxima segunda eu estou, de novo em PF e maridao quer tentar e acho que eu tb quero.

    CONTINUA...

    ResponderExcluir
  2. Mas ao mesmo tempo escrevo isso chorando pra vc... porque tem gente que acha que tem o MANUAL DAS NOSSAS VIDAS, sabe? E dão aquele pitacos irritantes...

    Tipo: se vc nao dilatou, eh porque nunca vai ter dilatação. Como que se antes da gravidez eu usava 38 e agora 42 e com o mesmo peso... ou seja, meu quadril respondeu a gravidez.

    Outras me acham NOIADA com a gravidez. Se eu tivesse noiada, eu estaria tetanto todos os meses e comprando teste de gravidez, pelo contraio, todo mês compro absorvente e camisinha.

    Uma das coisa que tenho mais medo é de não amar meu filho, vc acredito nisso? Eu já o AMO, o DESEJO mas tenho medo de nao ser tudo o que ele merece...

    Desculpa esse post pertubado, é só que hj, uma amiga que teve aborto e agora está gravida e acha a Bíblia do mundo gestante me disse, segundo ela algumas verdades. Ok, pode ser verdade, mas tem necessidade de machucar?

    Vc acha que que eu nunca vou poder ter um parto normal? Nao digo nem NATURAL sabe? Mas eu quero um normal pq minha mae morreu qndo eu tinha 16 anos e sinceramente, só vovó materna cuida igual a mãe, eu quero estar INTEIRA pra minha bebê assim que ela vier a essa mundo - NOTOU QUE EU ESCREVI NO FEMININO SEM QUERER?! -.

    E olha, no meio DISSO TUDO meu casamento religioso aconteceu na DPN do meu 1° bebê acredita? E se eu tentar fazer o bebê agora dia 25 (PF), é exatamente quando estaremos completando um ano de casados.

    Eu só queria uma palavra amiga, depois de ler essas "Você confia nas amigas, mas as mulheres são ruins Fabiola, falam mal nas suas costas. Nem todas, é claro, mas pode ter certeza que é o caso de muita gente. (...) Não é comigo que você tem que manerar com esse tipo de assunto, mas mesmo se acho que cada qual tem a sua liberdade para fazer o que quer da sua vida, as vezes tenho a impressão que você se expõe bastante na net e acho que isso pode ser prejudicial para você. Tem muita gente que gosta de explorar o que a contece na vida dos outro e que tem inveja de tudo, tem gente que vai te dar conselhos sem sinceridade alguma.. Cuidado com esse tipo de coisa porque pode justamente perturbar a sua vida."

    Poxa, eu já recebi TANTO carinho daqui na net e escolhi vc para tirar essas duvidas, porque vc não é uma pessoa ligada amim (amizade, entende) eu sou FÃ DO SEU TRABALHO e pronto, e eu fico meio incrédula qndo dizem que a inveja pela internet pode fazer mal a uma gravidez.

    Vc que tem MÃOS DE FADAS.
    DOM DADO POR DEUS, por favor, me diz...

    Eu sou a errada em querer dividir minha felicidade?

    Desculpa o incomodo, carinho, Bí.

    ResponderExcluir
  3. ERRATA: é exatamente quando estaremos completando um MÊS de casados no religioso.

    ResponderExcluir
  4. Querida Fabiola, em primeiro lugar fico muito feliz que você se sinta a vontade de desabafar no blog, obrigada! Em segundo esqueça essas pessoas que te magoaram, inveja é falta de CAPACIDADE, as pessoas sempre falam mal das que conseguem fazer mais do que elas, quando tem mais do que elas, quando são mais felizes do que elas. Felicidade alheia irrita muitas delas, devemos ter apenas pena. A perda do seu bebê foi fisiológica, não foi causada por alguém que te desejou mal, infelizmente é uma seleção da natureza. Triste!
    Faça o seu melhor, seja quem você é e lute pelo o que você quer. Você é a única pessoa que sabe o que sente, o que deseja e o que já passou. As pessoas falam demais, julgam demais e acham que sabem demais, mas elas não sabem NADA.
    Eu acredito que TUDO que vai, VOLTA! Então faça o bem, cuide da sua vida e da sua família e deixe que essas pessoas terão o que merecem um dia. Inveja os outros não vai afetar a sua gravidez, muito menos pela internet. Dividir seus sentimentos é SAUDÁVEL, internet pode ser terapêutico, apenas tente saber quais dessas pessoas são realmente suas amigas, quem te usa por algum motivo e quem só te deseja mal. Afaste-se de pessoas que você sabe que são falsas,elas não trarão nada de bom para sua vida, elas não merecem fazer parte da sua vida.
    E por último, USE todas as suas experiências ruins para torná-la cada vez mais forte, você pode! E se se sente pronta para engravidar, faça! Não deixe que ninguém decida nada por você! Se quiser adiar, respeite seu corpo! E respondendo a sua pergunta VOCÊ PODE SIM TER UM PARTO NATURAL!!!! Não é porque não dilatou naquela indução, que não vai dilatar nunca mais! Isso não existe! Conte comigo, sempre!!!

    Mil Beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  5. Cris, nesse caso a falta de dilatação pode ter ocorrido simplesmente por não estar na hora do corpo dilatar, por ter sido induzido?

    ResponderExcluir
  6. Sim, indução deve ser em último caso ( como o dela) porque o risco de falhar é enorme em um colo do útero fechado e grosso.

    ResponderExcluir