domingo, 26 de setembro de 2010

Doulas tirando dúvidas parte 2 !!


O que posso fazer com a minha placenta depois do parto?
Você pode fazer várias coisas como vitamina de placenta ( eca!)
pode fazer uma impressão dela no papel, pode cortar bem fina e fritar ( eca!)
pode enterrar no jardim numa cerimônia especial, o fato de comer
ajuda a prevenir depressão pós-parto e hemorragia.
( Sim, eu tenho uma opnião, e acho nojento comer ou beber a placenta,
mas essa é so a minha opnião. O resto eu acho legal, plantar etc)

É melhor cortar ou deixar lacerar?
Em circunstância normais é muito melhor deixar lacerar do que cortar,
porque lacerando o corpo esta abrindo o espaço que ele acha necessário.
O problema de cortar é que esse corte pode aumentar com a passagem do bebê,
causando lacerações de ate 3º grau, daquelas que chegam ao ânus, e causar
vários problemas no pós-parto. Outra coisa é que ao cortar você sempre precisa
receber pontos, enquanto lacerando muitas vezes não é necessario pois o corpo vai
cicatrizar sozinho. Então o contrário do que se pensa, cortando você esta
causando problemas e não evitando-os.

E se o meu bebê for muito grande?
Você não pode dizer que o seu bebê é muito grande sem estar em trabalho de parto,
com dilatação total e ter feito forças no expulsivo. Muito poucas mulheres carregam bebês
muito grandes para parir, algumas posições ajudam a saída do bebê. Muitas mulheres passam por cesareas pois são diagnosticadas com '' desproporção céfalo-pélvica'' por o bebê supostamente é muito grande, e no segundo filho elas acabam parindo um bebê maior que o primeiro.
É muito raro um bebê maior que a pelve materna, e se for mesmo, é feito a cesárea,
geralmente bebês filhos de mães diabética tendem a nascer maior do que o normal
( mais de 4,5 kgs).

Morro de medo do parto, o que posso fazer?
Você deve aprender mais sobre o que envolve o parto, pois o medo vem de
programas, filmes que mostram coisas que não são verdades, você ouve
coisas erradas de pessoa mal informadas sobre parto. Leia sobre partos,
converse com pessoas que tiveram experiências positivas, fale com uma parteira
ou com uma doula. Informação é a melhor arma!

Como evitar intervenções?
Primeira coisa é ficando em casa o máximo de tempo possível, segunda coisa é saber
dos seus direitos, terceira é ter apoio durante o trabalho de parto e parto, quarto é que
eles saibam os seus planos e desejos. Confie no seu corpo e que o trabalho de parto
é normal. Pergunte a sua equipe sobre os riscos, benefícios para esteja informada
antes de escolher, para ver em vários angulos o que você quer. E não se apresse para
decidir, faça tudo com calma.

Por que esperar o cordão parar de pulsar antes de cortar?
O cordão carrega sangue e oxigênio da placenta para o bebê, por até mais ou menos
10 minutos após o parto, então durante esse tempo ele continua recebendo
oxigenio extra e sangue que ajuda inclusive a evitar anemia.
A mãe pode segurar com a mão o cordão e senti-lo pulsando, o que é muito legal,
sentir o corpo ainda trabalhando diretamente com o bebê, mesmo fora do útero.
Quando o bebê nasce na água o cordão pode ficar ainda mais tempo pulsando,
trazendo benefícios apenas. Então se possível, espere antes de cortar.

Como encontrar uma Doula?
Através de indicações, por sites (www.doulas.com.br/associadas, pelo google, pelo Orkut,
Facebook, por blogs etc. Conheça a doula, quantas você achar necessário e veja se você
se sente bem com ela, pois precisa confiar 100% nessa profissional.
Além disso cheque as referências, a experiência, os partos, etc.
Procure, informe-se e escolha!!!

2 comentários:

  1. sera q comer placenta ajuda meso a previnir depressão e hemorragia?
    eu não sei se eu comeria, mas ja passou pela minha cabeça comer um pedacinho, sei la....acho isso muito cultural, aqui temos nojo por ser da nossa cultura....
    mas se vc estiver em um hospital você pode simplesmente comer um pedaço ou levar sua placenta com vc?

    ResponderExcluir
  2. Você tem que pedir para que liberem a placenta pois você quer leva-la pra casa, eu sinceramente nem sei se isso é possível aqui em Florianopolis.

    EU não teria coragem,amo carne, mas carne humana não é comigo rsrsrsrsrs.

    Eu já tive marido de doulanda fazendo piadinha que depois do nascimento iam me convidar para comer um "ensopado especial".

    Acho a placenta linda mas não me apetece.

    ResponderExcluir