domingo, 1 de agosto de 2010

A chegada do Bebê!!!!



Trazer o bebê pra casa é ao mesmo tempo maravilhoso e assustador. São muitos os medos, dúvidas, informações, ansiedade e insegurança. Faz parte do papel da Doula ajudar os novos pais a lidarem com tudo isso.




Na maternidade o casal está cercado de profissionais, poorém nem sempre eles passam as informações da maneira correta, falta de atualização na área da saúde é um grande problema. Ao chegar em casa o casal pode ter problemas com a amamentação, banho, como cuidar do umbigo, entender os choros, e ainda lembrar de se cuidarem. Tudo isso pode afetar muito o psicológico, principalmente das mães que sempre estão com maior responsabilidade. Esse post é para tirar dúvidas mais comuns e ajudar:

Amamentação:
Vale a pena insistir, nem todos os bebês nascem sabendo como fazer, e é preciso mais esforço. A pega no mamilo é o fundamental, para isso o bebê precisa estar com o corpo todo virado para o corpo da mãe, contato barriga com barriga, abrindo bem a boca e abocanhando o máximo que der do mamilo da mãe. Se a pega está correta então não ocorrerá fissuras. O colostro e o leite materno alimentam totalmente o bebê e complementos não são necessários. Se a produção de leite não for o suciciente, a mãe precisa se alimentar melhor, descansar mais, bebê mais líquidos e água. Uma mãe estressada, cansada e que se alimenta pouco não produzirá tanto leite. O aleitamento materno exclusivo deve ser até os 6 meses e depois a amamentação deve ser prolongada o máximo de tempo possível ( até 2 anos ou mais). Se for necessário trabalhar antes desse período, o leite materno deve ser dado em um copo, colher ou seringa.

Umbigo:
Muitos pais de primeira viagem tem medo de limpar o umbigo, que o bebê tenha dor, de que não caia, etc. Mas não tem mistério, tudo que é preciso fazer é colocar álcool 70% após cada troca de fralda ou banho, se tiver secreções pode-se limpar com o cotonete sem esfregar. É normal sangrar um pouco, mas a limpeza é fundamental para a boa cicatrização. Faixas e moedas em cima do umbigo são proibidas, até mesmo a frente da fralda deve ser dobrada para que não fique abafando.

Choro:
Entender porque o bebê está chorando no começo é bem dífícil, mas fica fácil se o casal vai por eliminatória. Recém-nascidos choram por : fome, fralda, dor, frio ou calor . Por isso quando o bebê chorar, cheque a fralda e se estiver suja, troque. Ofereça o seio, se ele está quente ou gelado ( frio ou calor).

Cólicas:
Geralmente começam quando o bebê tem mais de 10 dias de vida, e é uma tortura para os pais! Ver o pobre ser indefeso chorando e se contorcendo é de partir o coração. Mas algumas maneiras naturais e simples podem ajudar muito.
Um banho quentinho, massagem na barriguinha, massagem de bicicletinha, contato pele a pele, mamar, banho de balde, etc. Não é aconselhado: chás, remédios, etc.

Nariz congestionado:
Comum nos bebês, principalmente nascidos de cesárea, ao passar pelo canal vaginal as secreções nos pulmões são expelidas e ao nascer de cesárea isso não acontece. Para ajudar o bebê enquanto o organismo também trabalha, basta pingar duas gotinhas de soro fisiologico em cada narina e/ou aspirar com a pera de borracha, vendida em farmácias.

Frio/Calor:
Os pais nunca sabem o quanto de roupa deve-se colocar ou não. Mas é muito simples. È preciso avaliar a temperatura do dia, vista o bebê de maneira confortável, e verifique se o pescoço esta quentinho ou frio. As extremidades são normalmente mais frias. Se o bebê estiver suando é melhor tirar uma peça de roupa.

O sono do bebê:
Outra dúvida comum dos casais, muitos bebês gostam de dormir horas seguidas, porém os pais precisam intervir. Recém-nascidos precisam mamar a cada 3 horas, para evitar hipoglicemia e precisam de estímulo. Por isso não deixe o bebê hibernando.
A posição de dormir é de barriga para cima, lembrando que após cada mamada o bebê precisa ficar 15 minutos apoiado no peito, na vertical, para arrotar. Só então colocado no berço/cama. Cobertas soltas e protetor de berço que evita a ventilação são prejudiciais.

Posts com temas relacionados:
http://crisdoula.blogspot.com/search/label/C%C3%B3lica%20e%20agora
http://crisdoula.blogspot.com/2010/04/aleitamento-materno-poderia-salvar.html
http://crisdoula.blogspot.com/2010/03/banho-de-balde.html
http://crisdoula.blogspot.com/2010/04/fralda-de-pano.html
http://crisdoula.blogspot.com/2010/05/elas-voltaram-as-mamadeiras-de-vidro.html
http://crisdoula.blogspot.com/2010/05/ictericia-o-que-e-e-como-evitar.html
http://crisdoula.blogspot.com/2010/05/cuide-bem-do-umbiguinho.html
http://crisdoula.blogspot.com/2010/06/amamentacao-um-ato-de-amor-ame.html
http://crisdoula.blogspot.com/2010/06/dormir-de-barriga-pra-cima-e-mais.html

Cristina De Melo
Doula!!

Um comentário:

  1. Olá blogueiro,

    Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente!

    Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno.

    O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação.

    A amamentação pode durar até os dois anos ou mais.



    Caso se interesse na divulgação de materiais e informações sobre esse tema, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

    Obrigado pela colaboração!

    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir