quarta-feira, 19 de maio de 2010

Evidências sobre o apoio durante o Trabalho de Parto e Parto.


Os efeitos do suporte à mulher durante o trabalho de parto/parto por profissionais de saúde, mulheres leigas e doulas, sobre os resultados maternos e neonatais têm sido avaliados em vários ensaios clínicos randomizados, metanálises e revisões sistemáticas.

Este artigo apresenta a revisão desses estudos, enfocando as principais características, o provedor de suporte, a simultaneidade na presença ou não do companheiro/familiares da parturiente durante o trabalho de parto e parto, e os resultados obtidos. Foram incluídos os estudos publicados entre os anos de 1980 e 2004, que contemplam explicitamente os aspectos avaliados. De maneira geral, os resultados do suporte são favoráveis, destacando-se redução da taxa de cesarianas, da analgesia/medicamentos para alívio da dor, da duração do trabalho de parto, da utilização de ocitocina e produzindo aumento na satisfação materna com a experiência vivida.

Quando o provedor de suporte não é um profissional de saúde, os benefícios têm sido mais acentuados. Os estudos disponíveis não avaliam o acompanhante escolhido pela parturiente como um provedor de suporte, o que constitui lacuna de conhecimento a ser preenchida.

''Evidence on support during labor and delivery: a literature review
Odaléa Maria BrüggemannI, II; Mary Angela ParpinelliI; Maria José Duarte OsisI, III
IFaculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, Brasil
IIDepartamento de Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil IIICentro de Pesquisas Materno-Infantis de Campinas, Campinas, Brasil''



O estudo é longoooo mas quem quiser é só comentar deixando seu email que eu mando por email.

Cris De Melo
Téc. Enfermagem & Doula

Nenhum comentário:

Postar um comentário